SIGA-NOS NO FACEBOOK

quinta-feira, 29 de junho de 2017

VÍDEO: "Quem não rezar pela minha cartilha, vai sair. Experimente me desafiar", diz prefeito de Sobral

O prefeito de Sobral, Ivo Gomes, participou do debate para definir o Plano Plurianual (PPA) da cidade. Um ambiente democrático em que muitas pessoas sugeriam melhorias nas políticas públicas vigentes e na criação de outras. Ponto para Ivo. Mas ouvir crítica não é uma de suas qualidades. Quando o microfone foi aberto, nessa terça (27), à nutricionista Carliane Vanessa, servidora da Prefeitura na área da Saúde, o tempo fechou.

Carliane criticou a falta de tato da Prefeitura com os servidores da Saúde, o que reflete, diretamente, no atendimento à população nos postos. Ressaltou que quando o profissional é bem tratado, também trata bem outras pessoas. Pronto. Foi o necessário para desequilibrar Ivo.

Ele usou a palavra para dizer que a Prefeitura está trabalhando na requalificação dos profissionais da área. Depois desse processo, continuou, quem se sentir insatisfeito, quem achar que está fazendo favor, a porta da rua é a serventia da casa. “Eu fui eleito com esse discurso. Eu fui eleito para isso”.

E não ficou só por aí. Disse que a população reclama muito do atendimento nos postos de saúde. “É a cultura da Casa Grande e da Senzala”, explicou o prefeito em referência à obra de Gilberto Freyre sobre as relações de poder no período colonial brasileiro. Ou seja, tratamento de qualidade para quem é rico e de pouca qualidade para quem é pobre.

Percebendo que a nutricionista não concordava plenamente com o que dizia, foi para o ataque. “Quem tem o poder sou eu. Quem não rezar pela minha cartilha, vai sair. Experimente me desafiar”.
Ceara news